Nova Andradina - MS Busca
Veículos

Cuidado e limpeza adequada nas borrachas de vedação dos veículos

Guarnições evitam a entrada de água e sujeira na cabine e o cuidado com elas é muito simples

14:22 - 02 maio 2019 | Por Autoo

O Brasil tem um clima bastante diversificado e quando chega a época das chuvas muitas vezes somos pegos de surpresa com palhetas que não funcionam. Mas não é só esse problema que a falta de cuidados pode provocar, pois as borrachas de vedação também são importante fator para impedir a entrada de água na cabine.

As borrachas tendem a desgastar independentemente de sua espessura. Por isso, verifique onde elas estão instaladas e se pode haver algum ponto de infiltração. As guarnições (como são chamadas) estão:
⦁ nas portas (fixas na área de contato entre a carroceria e a porta);

⦁ tampas (fixas na área de contato entre o capô e o painel frontal, e também na área de contato entre a tampa do porta-malas e a carroceria);

⦁ vidros (na área que circunda as janelas laterais, vigia e para-brisa);

⦁ cofre do motor (próximo ao painel corta-fogo, ou fixa na grade do para-brisa, a popular churrasqueira;

⦁ e também no assoalho, por onde passam chicotes e fios;

⦁ Teto-solar.

O cuidado é simples e pode evitar que você se molhe. Para fazer a limpeza um pano umedecido já basta. Se a sujeira estiver impregnada, um pouco de detergente no mesmo pano pode facilitar a remoção. A utilização de silicone líquido pode até proteger a borracha a longo prazo, mas acaba impregnando mais resíduos.
O calor excessivo pode diminuir a vida útil das borrachas, fazendo-as encolher de tamanho e deixando a vedação insuficiente. Borrachas com ondulações e deformações também facilitam a entrada de água e sujeira. O ideal, nestes casos, é substituir todo o conjunto em concessionárias ou oficinas especializadas em borrachas, principalmente quando falamos de para-brisas. Os para-brisas precisam de cuidado extra pois, além da limpeza da guarnição, os para-brisas são colados na carroceria, necessitando de um serviço com mais qualidade na hora da troca.

Quando se trata de assoalho, os selos de vedação necessitam ser frequentemente checados, pois são eles que impedem que a água do asfalto adentre a cabine. Alguns deles estão no painel corta-fogo, local por onde passam chicotes e cabo de embreagem e outros se encontram abaixo do assoalho, que tapam os orifícios responsáveis pela saída de elementos químicos após a pintura da montadora. Embora sejam herméticos, podem ter se soltado ou deformado. Esses podem ser grandes causadores de entrada de água.

Os teto-solar também pode sofrer infiltrações e a guarnição que o circunda deve ser coberta por uma vaselina específica, encontrada em lojas especializadas. Outro momento importante para checar as borrachas é quando o veículo sofre uma batida, checando a distância entre os vãos de porta, capô e porta-malas.

 

Informação Autoo