Nova Andradina - MS Busca
NOVA ANDRADINA

Saúde anuncia criação de uma central de monitoramento de pessoas em isolamento familiar voluntário

18:18 - 01 abr 2020 | Por COGECOM

Foto: Divulgação

As informações estão no boletim epidemiológico divulgado nesta tarde de quarta-feira, dia 1 de abril. Na live transmitida pelo facebook da Prefeitura Municipal, participaram o novo secretário da saúde, Sergio Maximiliano, a gerente de atenção à saúde, Simone Marega, e a gerente operacional do Núcleo Regional de Saúde, Renata Canto, representante do secretário de saúde, Geraldo Rezende.

Todos repercutiram sobre o boletim desta data, ações que vem sendo tomadas pela Vigilância Epidemiológica e orientações dos órgãos de saúde com a finalidade evitar o avanço da pandemia em Nova Andradina.

O secretário Sérgio anunciou a criação de uma central de monitoramento de pessoas em isolamento familiar voluntário a partir de sexta-feira, 3 de abril, quando será informado o telefone do novo serviço disponibilizado.

“Os casos investigados ou que passaram por atendimento médico já são monitorados pelo município através da Vigilância Epidemiológica. A ideia é monitorar casos de moradores que chegaram de viagens e, por precaução, estão em isolamento, ou que tiveram contato com pessoas infectadas/confirmados e não apresentam sintomas, mas devem permanecer em isolamento”, informou.

Simone Marega informou os telefones das três centrais de atendimento à saúde para o enfrentamento do Coronavírus. O Telemedicina tem a finalidade de tirar dúvidas sobre sintomas de gripe e orientar a população sobre serviços disponíveis. Disque Informações dar orientações sobre isolamento, produtos utilizados para desinfecção e um canal para denunciar comércio abertos não-autorizados.

O terceiro canal é a abertura de uma Unidade Sentinela (Unidade de Referência para Sindromes Gripais), estabelecida na ESF Centro para atender e organizar o fluxo de pacientes sintomáticos de gripe.

Por último, Simone afirmou que o atendimento na rede de saúde continua. “As demandas clínicas que não podem aguardar estão sendo realizadas. Consultas eletivas e exames foram suspensas com a finalidade de evitar a exposição do usuário ao vírus e a aglomeração de pessoas. Qualquer dúvida é só contatar a ESF do seu bairro”, reitera.

Por último, Renata Canto destacou que o governo do estado está aportando recursos e adquirindo insumos para atender as demandas da saúde. São R$ 7,8 milhões para os 79 municípios de MS, que serão aplicados no combate a pandemia de COVID-19.

MEDIDAS IMPORTANTES

  • Para contenção da transmissibilidade do COVID-19, deverá ser adotada como medida não farmacológica, o isolamento domiciliar da pessoa com sintomas respiratórios e das pessoas que residam no mesmo endereço, ainda que estejam assintomáticos, devendo permanecer em isolamento pelo período máximo de 14 (quatorze) dias.

  • Considera-se pessoa com sintomas respiratórios, a apresentação de tosse seca, dor de garganta, ou dificuldade respiratória, acompanhada ou não de febre, desde que seja confirmado por atestado médico.

  • As pessoas com mais de 60 anos de idade, devem observar o distanciamento social, restringindo seus deslocamentos para realização de atividades estritamente necessárias, evitando transporte de utilização coletiva, viagens e eventos esportivos, artísticos, culturais, científicos, comerciais e religiosos e outros com concentração próxima de pessoas.