Nova Andradina - MS Busca
NOVA COR

Lançamento nacional da Honda Biz 125 2021 marcado pelo ‘olhar castanho’

A cor marrom perolizado, combina com o assento e partes plásticas internas

14:54 - 13 out 2020 | Por Correio do Estado

Neste tumultuado ano de 2020, a Honda Biz 125 manteve o mesmo quarto lugar entre as motos mais vendidas do país, obtido em 2019. Foram 49.157 emplacamentos de janeiro a setembro, atrás apenas de três “colegas de marca” – CG 160, NXR 160 e Pop 110i. Ao longo de vinte anos anos, a Biz já emplacou mais de 3,3 milhões de unidades no Brasil. Na versão 2021 da CUB (Category Upper Basic) da Honda, que chega às concessionárias na segunda quinzena de outubro, o destaque é a nova cor marrom perolizado, harmonizando com o assento e partes plásticas internas em bege. Continuam a ser oferecidos o vermelho perolizado, o prata metálico e o branco perolizado.

O motor monocilíndrico de quatro tempos refrigerado a ar de 125cc e 9,2 cavalos permanece o mesmo. É alimentado por injeção eletrônica e trabalha com etanol e gasolina em quaisquer proporções. O painel da CUB é totalmente digital LCD, com tecnologia blackout e com a luz ECO que indica a pilotagem com economia de combustível. Além do motor, outras características que a moto já oferecia foram mantidas. A Biz conta com o sistema de freios combinados, que envia a força de frenagem para as duas rodas por intermédio do pedal. O dispositivo reduz os espaços de parada de maneira mais eficiente e com maior segurança, principalmente para os iniciantes.

A pequena urbana fabricada na Zona Franca de Manaus incorpora uma tomada de 12V, boa para carregar o smartphone. No que diz respeito à praticidade, são destaques da Biz a partida elétrica e o câmbio semiautomático, que permite trocas de marchas sem ação do manete de embreagem. Sob o banco, há um porta-objetos que suporta um capacete aberto, e na dianteira um gancho facilita o transporte de sacolas. Segundo pesquisas da Honda, a Biz 125 é a moto da marca preferida pelo público feminino.

A Biz 125 não chega a ser tão barata assim – custa a partir de R$ 10.590 com base no Estado de São Paulo, não inclusos despesas de frete e seguro. Todavia, se torna atraente por sua agilidade no trânsito urbano e, principalmente, pela economia de combustível que proporciona – faz, na média, 40 km/l, quando abastecida com gasolina. Tal média de consumo confere ao modelo da Honda uma autonomia de 200 quilômetros ao seu pequeno tanque de 5,1 litros. Para a maioria das pessoas, que só usa a moto para viagens curtas entre casa e trabalho, dá para ficar uns bons tempos sem aparecer no posto. A Honda Biz 125 2021 tem três anos de garantia sem limite de quilometragem, mais óleo grátis em sete revisões – o fornecimento gratuito do óleo é válido a partir da terceira revisão.