Nova Andradina - MS Busca
AUXÍLIO

Caixa abre 13 agências em MS neste sábado para saque do Auxílio Emergencial e Extensão

09:24 - 21 nov 2020 | Por ENFOQUE MS

Agências vão abrir neste sábado para atender os beneficiários

A Caixa libera neste sábado (21) o saque em dinheiro do auxílio emergencial a 7,4 milhões de beneficiários nascidos em abril e maio. Eles fazem parte do ciclo 3 e ciclo 4 do calendário e poderão resgatar em dinheiro da primeira à quinta parcela de R$ 600, além da primeira à segunda parcela do auxílio extensão, de R$ 300, dependendo da data que entraram no programa.

Para isso, a Caixa abrirá 771 agências neste sábado, das 8h às 12h, para o atendimento desses beneficiários. No Mato Grosso do Sul, serão 13 agências no estado e seis agências na capital sul-mato-grossense.

Em Campo Grande estarão abertas as agências localizadas:

  1. Rua Treze de Maio, 2837, Centro
  2. Avenida Gury Marques, 1292
  3. Avenida Bandeirantes, 2010
  4. Avenida Coronel Antonino, 98, Vila Rica
  5. Avenida Dr. Gunter Hans, 3602, Aero Rancho
  6. Rua Valdez, 69, Vila Alba

Confira as agências no interior:

  1. Corumbá – centro – ag. Corumbá- Rua Cuiabá, 1388
  2. Coxim – centro – ag. Coxim – Rua Virato Bandeira, 680
  3. Ponta Porã – centro – ag. Ponta Porã – Av. Brasil, 3154
  4. Três Lagoas – centro – ag. Três Lagoas – Av. Antônio Trajano dos Santos, 321
  5. Dourados – centro – Av. Marcelino Pires, 1297
  6. Naviraí – centro – Praça Prefeito Euclides Antônio Fabris, 477
  7. Nova Andradina – centro – ag. Nova Andradina – Av. Antônio J. Moura Andrade, 1480

Ao todo, já foram creditados R$ 6,1 bilhões para esse público. Desse total, R$ 2,7 bilhões são referentes às parcelas do auxílio emergencial normal e o restante, R$ 3,4 bilhões, às parcelas do auxílio emergencial extensão.

A Caixa afirma que todas as pessoas que procurarem atendimento durante o funcionamento das agências serão atendidas. Não é preciso chegar antes do horário de abertura.

Ao todo, neste sábado terão sido pagos R$ 258,2 bilhões do auxílio emergencial para 67,8 milhões de brasileiros, num total de 428,7 milhões de pagamentos.