Nova Andradina - MS Busca
batayporã

Assistência Social distribui cestas básicas e máscaras às famílias de Batayporã

Auxílio destinado às famílias em vulnerabilidade social chega a terceira etapa

15:29 - 04 ago 2020 | Por Assessoria PMB/ Post: Igor Mendonça

Foto: Marcos Donzeli/Assessoria PMB

A Prefeitura de Batayporã, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, iniciou nesta segunda-feira (03), a terceira etapa de distribuição de cestas alimentares para as famílias em vulnerabilidade social do município.
A entrega dos alimentos, é uma ação pontual do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), com o objetivo de assegurar o benefício para quem mais precisa durante o período de crise causada pela pandemia.
Nessa etapa, além dos kits de alimentos distribuídos, cerca de 200 máscaras faciais de tecido serão entregues às famílias. A distribuição dos acessórios de proteção individual deve-se a parceria da Sedhast com a Secretaria de Estado de Saúde (SES). Médicos consideram o equipamento como uma das maneiras mais eficazes de evitar o contágio pelo coronavírus.
O prefeito Jorge Takahashi, juntamente com a gestora em Assistência Social, Leia Maria, fez questão de acompanhar o início da distribuição, que ao todo irá beneficiar 200 famílias em vulnerabilidade social de Batayporã.
Para o Chefe do Executivo, os kits de alimentos destinados pelo Governo do Estado são muito importantes para o município e às famílias. “É uma ação gratificante em um momento tão delicado para tantas pessoas que, infelizmente, não conseguem garantir o sustento da família”, destacou Takahashi.
As famílias que estão sendo contempladas com as cestas alimentares estão alinhadas aos critérios já conhecidos dentro da política de assistência social, observando a realidade de cada uma, prezando também pela organização e transparência do processo.
A distribuição é realizada de forma descentralizada, a fim de evitar aglomerações. Dessa forma, a Secretaria de Assistência Social fará contato direto com os beneficiários, por meio de telefonemas. “É importante lembrar que não podemos aglomerar as pessoas. Por isso, o beneficiário precisa receber o contato da nossa equipe para que possa retirar a cesta”, afirmou a secretária Leia.
Com essa terceira etapa de entrega de cestas alimentares, o Governo do Estado encerra a distribuição de 960 mil toneladas de alimentos compradas para suprir a necessidade de famílias em situação de vulnerabilidade social.