Nova Andradina - MS Busca
MS

Após feriado de Carnaval, MS volta a registrar mais de 500 pessoas internadas com Covid-19

Percentual de ocupação de leitos UTI-SUS sobe em Campo Grande, Dourados e Corumbá

15:40 - 22 fev 2021 | Por Portal do MS

O número de pessoas hospitalizadas com Covid-19 subiu: já são 512 enfermos em hospitais, sendo 256 em leitos clínicos (184 público; 72 privado) e 256 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (191 público; 65 privado).

De acordo com os dados do Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES) desta segunda-feira (22), o Mato Grosso do Sul já tem 175.973 casos confirmados e 3.224 óbitos pela doença, desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas foram registrados 429 novos casos e 20 mortes no Estado. Em isolamento domiciliar encontram-se 6.435 doentes. Recuperados totalizam em 165.802

A média móvel de casos é de 722,3, já a média móvel de mortes, de 11,7. A taxa de letalidade está em 1,8 e a de contágio 0,93.

Campo Grande registrou de ontem para hoje 220 novos casos; Dourados 75; Corumbá 38; Bela Vista 10; Naviraí 10; Rio Brilhante 9 e Três Lagoas 9.

Campo Grande, Dourados, Naviraí, Corumbá, Aquidauana, Itaporã, Terenos, Coronel Sapucaia e Anastácio são as cidades que apresentaram mortes nas últimas 24 horas.

Christinne Maymone, secretária adjunta de saúde, lamenta as famílias que perderam seus entes queridos de uma forma tão precoce para a doença.

Panorama da Covid-19 no Brasil

Já são 10.168.174 brasileiros infectados pelo vírus e 246.504 óbitos. Em um dia, o país registrou 29.026 novos casos e 527 mortes.

O sudeste é o que mais preocupa tanto em casos, quanto em mortes. A região já possui 3.705.822 confirmações e 113.961 óbitos.

Os dados são do Ministério da Saúde.

Sintomas do novo coronavírus

É possível que o cidadão esteja infectado pelo vírus da Covid-19, caso apresente os seguintes sintomas:

  • Febre
  • Tosse seca
  • Perda do olfato
  • Perda do paladar
  • Falta de ar
  • Dificuldade para respirar
  • Dor ou pressão do peito

Orientações

A SES afirma que o isolamento social; o uso de máscara e álcool gel e a higienização das mãos com água e sabão são medidas imprescindíveis para conter a propagação do novo coronavírus.

Pessoas que apresentarem febre, tosse seca ou dor de garganta devem permanecer em isolamento por 14 dias e procurar uma unidade básica de saúde mais próxima.

“Qualquer sintoma, não importa sua idade, se você é uma criança ou idoso. Vá a uma unidade de saúde”, pede a secretária adjunta.

“A doença tem comportamento diferente de pessoa para pessoa. Procure atendimento médico”, acrescenta.

“É importante o isolamento, uso de máscara, a proteção individual e a diminuição das aglomerações. A pandemia não passou. Vidas estão sendo perdidas todos os dias”, apela o governador do Estado.

Fonte: Correio do Estado