Nova Andradina - MS Busca
Exclusivo

Aumento da incidência da Covid-19 em Nova Andradina é consequência dos deslocamentos de pessoas, diz Secretário de Saúde

16:50 - 03 jul 2020 | Por Ada Mendonça/Jornal Imagem

Em entrevista exclusiva ao JIon line o Secretário Municipal de Saúde de Nova Andradina, Sérgio Dias Maximiano discorreu sobre o aumento significativo dos casos de Covid-19 na cidade, nessa semana. Para ele, o Município estava relativamente tranquilo, há questão de uns oito dias atrás, com a incidência de novos casos praticamente zerada, e sem qualquer registro de morte.

No entanto, nesse período foram vários os casos de novos infectados e de duas mortes. Apuradas as causas, ficou patente, segundo o Secretário, que as novas infestações surgiram depois que pessoas viajaram para cidades como Dourados, Três Lagoas e Maringá-PR, de onde trouxeram o vírus e contaminaram novas pessoas.
“Todas as pessoas foram identificadas e tomadas as providências necessárias, isolando familiares e amigos. No entanto, como sempre demonstramos, segundo as fontes científicas, ficar em casa era a maior barreira contra o Coronavírus. E quando houve as viagens, sem que se tomassem precauções devidas, a doença veio para cá, e só não se espalhou mais, porque as medidas protetivas foram tomadas a tempo”, explicou Sérgio.
Salientando que Nova Andradina foi um dos primeiros municípios a adotar sistema de proteção, com a aquisição de respiradores e equipamentos necessários, em seguida, por decretos, houve o fechamento do comércio, entre outros. Nesse tempo, o Município serviu de exemplo para tantos outros. O Poder Público esperava e contou com a compreensão e cooperação da população. “O uso de máscaras, evitando a aglomeração e principalmente, todos unidos em favor da vida, foi seguido pela grande maioria”, especificou o Secretário.
E assim, evitaram-se contágios e vidas foram preservadas, mesmo quando no entorno da cidade, houvessem casos registrados, e na maioria, trazidos para o Hospital Regional de Nova Andradina. E com todos os cuidados tomados, mesmo assim, ainda aconteceram alguns poucos casos, mas todos superados.
A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizou testes em vários segmentos, e poucos foram os casos positivos. E os que sinalizaram a presença do vírus foram acompanhados , com as providências necessárias tomadas. Mortes foram evitadas. Mas, agora, com a escalada da contaminação, foi necessário retroceder e o fechamento do comércio aos domingos foi uma medida necessária.
Como disse o prefeito Gilberto Garcia, “essa última medida foi pedagógica, quando atingimos os cinquenta caos. E se, por acaso, alcançarmos os 75, seremos forçados a adotar novos rigores, e se atingirmos a centena de contaminados, o rigor será maior”, comentou. Mas Gilberto continua a acreditar que a comunidade nova-andradinense, disciplinada como é, vai contribuir.
Porém, Sergio afirma que a situação está sob controle e que, todos os que estiveram em contato com os infectados, estão sendo monitorados, de forma rigorosa.
Arguido sobre a forma como se processa esse monitoramento, Sérgio explicou que as pessoas assinam termo de compromisso de se manterem em isolamento, por sete dias, e ao final desse tempo, é feito o teste. Em caso positivo, permanece por mais oito dias. E se negativo, é liberado.
Empresa fechada – O Secretário contou que houve apenas um caso de desrespeito, por parte de uma empresa local, onde um funcionário foi diagnosticado com o vírus e não foi liberado pelo empresário. Ato contínuo, foram todos os demais funcionários mantidos em isolament6o, por determinação legal, o que motivou, evidentemente, o fechamento provisório da empresa. Tão logo todos foram considerados sem contágio, a empresa retornou às atividades.
LEGISLAÇÃO – Muito embora o presidente Bolsonaro tenha, neste dia 3 de julho, vetado artigos da Lei federal que obriga o uso de máscaras em todo o território nacional, é preciso lembrar que, por decisão do Supremo Tribunal Federal, os municípios e os estados têm prerrogativa para legislar em seus territórios, quando se trata de preservar o bem público, no caso, a saúde da população. Assim, os decretos municipais determinando o uso de máscaras em toda a Nova Andradina continua valendo. E quem desrespeitar poderá ser multado em duas e até 50 UFRMS-Unidade Fiscal de Referência, que giram em torno de mais de R$ 50,00.
Também, a Câmara Municipal acaba de aprovar lei que determina a cobrança dessa multa, autorizando a Prefeitura a autuar os faltosos.
Por outro lado, existe ainda a Lei Estadual, aprovada pela Assembleia Legislativa e aprovada pelo Governador Azambuja, que determina a obrigatoriedade do uso de máscaras em todo o território de Mato Grosso do Sul.
PENALIZAÇÃO DE SERVIDORES E POPULARES – quanto às propaladas festas ocorridas no final de semana passado, onde constam presenças de servidores públicos, Sérgio esclareceu que estão sendo feitas as diligências, tendo sido abertos processos administrativos disciplinares, e as apurações darão origem, em casos positivos, às sanções legais, conforme o artigo 268 do Código Penal. Quanto aos demais, se trabalhadores, as empresas serão notificadas para tomarem as medidas cabíveis. Afinal, a contaminação de um, pode gerar até o fechamento da empresa, por risco de contágio geral.
LEITOS HOSPITALARES – o Hospital Regional de Nova Andradina, conforme disse o Secretário, atua com 10 leitos para uso geral e oito para pacientes com Covid-19. Desses, três estão ocupados no momento. “O que nos preocupa também é que as cidades vizinhas, Batayporã, Taquarussu, Anaurilândia, Angélica e Novo Horizonte do Sul não contam com qualquer leito de UTI, apenas Ivinhema conta com leitos simples. Dessa forma, os aumentos de casos na região também podem inflamar a situação em nossa cidade”, lembrou o Secretário. Daí a necessidade das pessoas que se deslocam para estes municípios ou deles para Nova Andradina, redobrarem os cuidados para evitar o contágio.
“Renovamos nossos pedidos para que todos tenham compromisso com a sua saúde e a daqueles que os cercam. Vamos usar máscaras, vamos evitar a aglomeração, vamos manter as mãos sempre limpas, usando também o álcool em gel, e mantendo todas as medidas protetivas. É para o nosso bem, porque se alguém se contamina, o risco é de todos”, finaliza Sérgio.
Por sua vez, Gilberto complementou as informações do Secretário, lembrando que “Nova Andradina foi por um longo período, manchete positiva contra a doença. No entanto, nos últimos dias, temos sido alvo de notícias ruins e lamentamos as mortes e os novos contaminados. Mas esperamos e confiamos que nosso povo não vai desistir da vida e continuará colaborando, usando máscara, evitando a aglomeração e principalmente, mantendo as normas preconizadas pela OMS e todos os setores de Saúde. Depois que tudo isso passar, e vai passar, vamos comemorar com muita festa, muita animação, abraços e confraternizações”, finalizou o Prefeito.
ATUALIZAÇÃO DOS DADOS – Neste dia 3 de julho, o Boletim da Secretaria de Saúde informou que Nova Andradina contava com 18 casos ativos de Covid-19; 33 pessoas curadas, totalizando 53. Mas há 9 suspeitos. Foram realizados pela Secretaria de Saúde, 995 testes, dos quais 937 foram descartados.
Portanto, agora é com a gente. Vamos ficar atentos e respeitar as medidas protetivas, para que possamos continuar vivos e saudáveis.